top of page
Buscar
  • Foto do escritorLara Brandão

Saiba mais sobre a Terapia Cognitivo Comportamental

A TCC, é uma forma de psicoterapia ativa, semiestruturada e limitada em relação ao tempo, focada no momento presente, com objetivos e metas bem estabelecidos.


O modelo cognitivo proposto por Aaron Beck pressupõe que as emoções, comportamentos e reações fisiológicas de uma pessoa são influenciados não pelo evento em si, mas pela percepção que tem dos eventos. Dessa forma, os pensamentos, sobretudo os disfuncionais, vão ter importância central na manutenção dos problemas e no sofrimento emocional.


Um dos objetivos do tratamento com a TCC é ajudar as pessoas a aprenderem a observar, monitorar, avaliar e modificar seus pensamentos. Quando as pessoas aprendem a avaliar seu pensamento de forma mais realista e adaptativa, elas experimentam uma redução na emoção negativa e no comportamento mal-adaptativo. As mudanças promovidas pelo psicoterapia ocorrerão, principalmente, a partir da modificação dos pensamentos e do comportamento.


Todo o processo psicoterapêutico acontece de forma colaborativa entre terapeuta e cliente, que é estimulado a participar de forma mais ativa. E isso só será possível a partir da construção de uma relação terapêutica que seja segura e acolhedora, possibilitando que ambos trabalhem juntos para resolver os problemas que levaram à buscar ajuda e para o alcance dos objetivos.


Uma característica importante da TCC, é seu caráter pedagógico. Tudo é compartilhado com o cliente a partir da psicoeducação, que é a condução de uma explicação na qual o terapeuta se dedica a desenvolver estratégias de aprendizagem para ensinar os clientes habilidades diversas que serão utilizadas ao longo das sessões.


Entende-se que quanto mais informada está uma pessoa sobre sua saúde fisica e mental, sobre seu funcionamento (cognitivo, comportamental e emocional), e sobre a forma como pode ser conduzido seu tratamento, mais ela estará pronta para participar ativamente do processo de mudança. Assim, todo o processo se torna transparente através da psicoeducação. A ideia é instrumentalizar o paciente para que os ganhos consequentes do processo terapêutico seja levado com ele depois da alta, como forma de prevenir possíveis recaídas futuras.








.



7 visualizações0 comentário

Comments


  • Instagram
  • Whatsapp
bottom of page